Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/06/18 às 9h00 - Atualizado em 29/10/18 às 10h30

Assinado contrato para retomada das obras do novo edifício-sede da PGDF

 

 

Início dos trabalhos depende agora da emissão de Ordem de Serviço pela Novacap

 

A obra do novo edifício-sede da PGDF deverá ser retomada nas próximas semanas. Foi publicado no Diário Oficial do DF desta quinta-feira, 7 de junho, o extrato do contrato assinado em 28 de maio entre a Novacap e a Construtora Anhanguera, vencedora da licitação. Com a publicação do extrato, inicia-se a vigência do contrato, que é de 300 dias corridos.

 

A retomada efetiva das obras agora depende da emissão da ordem de serviço pela Novacap. Quando isso ocorrer, a Construtora Anhanguera terá cinco dias para iniciar os trabalhos. A previsão é a de que, após iniciada, a obra tenha duração de dez meses: sete para a execução e três para os recebimentos provisório e definitivo.

 

Dessa forma, a expectativa da Direção da PGDF é a de que o novo edifício-sede da PGDF possa ser inaugurado no 1º semestre do ano que vem, considerando-se o tempo necessário para execução da obra, recebimento e aquisição do mobiliário.

 

A construção do edifício foi interrompida em fevereiro de 2016 devido ao abandono da obra pela empresa vencedora da licitação anterior, após 80% do serviço concluído.

 

Em setembro do ano seguinte, a PGDF firmou convênio com a Novacap para que Companhia assumisse a gestão da obra (Convênio nº 03/2017). Assim, a fiscalização do andamento dos trabalhos e o atesto do cumprimento de cada etapa será feito pela Companhia. À PGDF caberá o acompanhamento da execução do convênio e da obra, bem como com o repasse dos valores para o pagamento da construtora, de acordo com as etapas cumpridas.

 

Em novembro de 2017, a Novacap lançou o Edital de Licitação (Concorrência nº 022/2017-ASCAL/PRES) que resultou na contratação da Construtora Anhanguera Eireli, que apresentou a proposta ganhadora, no valor de R$ 5.690.119,00.

 

Com a retomada das obras, a nova construtora dará prosseguimento à instalação da parte elétrica, de iluminação, da rede logística, aos sistemas de ar condicionado, à integração com o prédio atual, instalação dos elevadores, execução do forro de gesso, acabamentos, pavimento externo, urbanização e paisagismo, além da restauração de alguns itens danificados devido à paralisação da obra.