Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/03/18 às 18h28 - Atualizado em 29/10/18 às 10h31

Conheça o novo site da PGDF

 

Entrou no ar neste 1º de março o novo site da PGDF! Com novo layout e novas funcionalidades, agora o cidadão que procura os serviços prestados pela Procuradoria terá acesso às informações de seu interesse de forma mais fácil e clara. Para a Procuradora-Geral do DF, Paola Aires, “o novo site é mais um avanço da Procuradoria em sua trajetória de modernização e melhor atendimento aos gestores do Governo e aos cidadãos”.

 

O novo site da PGDF reúne toda informação produzida na Casa que seja de interesse público. Assim, além da base legal que orienta a atuação da PGDF, o site apresenta ao cidadão informações sobre os serviços prestados, consulta de pareceres, súmulas administrativas, publicações, lista das autarquias e fundações representadas pela PGDF, boletim interno, além de informações sobre concursos e programa de estágio.

 

A gestão do conteúdo do site é feita pela Assessoria de Comunicação da PGDF, com a colaboração de servidores da Unidade de Administração Geral (UAG), do Centro de Estudos (CETES) e da Ouvidoria.

 

Novo layout – O novo site utiliza a plataforma WordPress, um sistema de gestão de conteúdo de código aberto. A arquitetura e o layout foram desenvolvidos pela Subsecretaria de Comunicação Digital, vinculada à Secretaria de Comunicação do GDF. Já programação e o desenvolvimento ficaram sob a responsabilidade da Coordenação de Tecnologia da Informação da Casa Civil.

 

A assessora de Comunicação da PGDF, Mariana Gomes, destaca o trabalho desenvolvido pelas servidoras Regina Andrade Bueno, Cristina Nabinger e Bruna Queiroz, que foram as responsáveis pela migração do conteúdo do site antigo para o novo. “Recebemos o site como uma folha em branco, que foi sendo preenchida item a item, matéria a matéria, contrato ao contrato, pelas dedicadas servidoras da Ascom”, ressalta a jornalista.

 

Agora, a meta da Comunicação da PGDF é migrar a intranet da Casa para a mesma plataforma utilizada no site e, além disso, permitir o acesso externo à intranet. Com isso, os servidores da Procuradoria poderiam acessar informações internas a partir do seu login de rede, em qualquer computador conectado à internet.