Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/19 às 9h08 - Atualizado em 5/12/19 às 10h20

Equipe PGDF e TJDFT garante 2º lugar em maratona de soluções tecnológicas

Apresentar soluções tecnológicas que contribuam com as instituições públicas do Judiciário. Esse foi o desafio enfrentado por uma equipe de servidores da Procuradoria-Geral do DF (PGDF) e do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) em uma maratona de programação e análise de dados promovida pelo Poder Judiciário.

 

Como parte da programação do Encontro Nacional de Tecnologia, Inovação e Cultura (ENASTIC), o “Hackathon – Justiça Exponencial” desafiou os participantes a apresentarem soluções de Tecnologia da Informação para problemas enfrentados pelo cidadão no acesso à Justiça.

 

O time PGDF/TJDFT foi formado pelos servidores Raul Carvalho, Bárbara Oliveira, Diego César e pelo estagiário Raphael Muller, da Subsecretaria-Geral de Tecnologia da Informação (SUTIC) da PGDF. O grupo também contou com a colaboração da servidora do TJDFT Márcia Lopes e da Estudante de Direito Lorena Andressa.

 

A partir de dados do TRF1, a equipe apresentou solução de emissão automática de certidões de Objeto e Pé para processos em aberto, desenvolvendo um aplicativo que possibilita ao cidadão o acesso ao serviço diretamente. Essa facilidade foi destacada pelo servidor Raul Carvalho: “Em alguns casos é preciso comparecer ao Tribunal para emitir a certidão. Já no aplicativo que desenvolvemos, é possível, direto pelo celular, emitir essa certidão de maneira rápida e segura”, explicou Raul.

 

Participação memorável

 

Bárbara Oliveira contou sobre sua experiência na maratona e valorizou a sinergia do grupo. “A experiência no Hackathon foi extremamente positiva e enriquecedora. Desenvolvemos espírito de equipe e ao mesmo tempo tivemos o desafio de criar uma solução, em um curto período de tempo, que agregasse valor ao cidadão. Foi gratificante ter participado!”, comentou Bárbara.

 

A chefe da SUTIC, Riane Torres, destacou a relevância do projeto apresentado pela equipe. “O ENASTIC proporcionou aos colaboradores da SUTIC uma experiência empreendedora e multidisciplinar, com a oportunidade de desenvolver uma solução sistêmica que automatiza um problema real da justiça brasileira. Além disso, promoveu a troca de conhecimento entre diversos órgãos, fomentando assim um ecossistema de inovação no âmbito do judiciário e trazendo benefícios à sociedade”.

 

A ideia rendeu ao grupo o 2º lugar na maratona e um prêmio no valor de R$ 5.000,00, além de uma mentoria oferecida pela organização.

 

Sobre o evento

 

O “Hackathon – Justiça Exponencial” fez parte da segunda edição do evento “ENASTIC 4.0 – Desmaterializar para Exponencializar”, sendo promovido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, pela Associação dos Juízes Federais e pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seção DF, e organizado pela Justiça Exponencial em parceria com a Brasília Legal Hackers. O evento ocorreu no auditório do Conselho da Justiça Federal (CJF) nos dias 27, 28 e 29 de novembro.

 

Equipe PGDF e TJDFT garante 2º lugar em maratona de soluções tecnológicas