Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/08/19 às 11h38 - Atualizado em 1/08/19 às 11h56

Ex-Procurador-Geral do DF Túlio Arantes se aposenta da PGDF

Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Túlio Márcio Cunha e Cruz Arantes se aposenta da PGDF após 27 anos de dedicação a esta Casa Jurídica.

 

Túlio Arantes é natural de Goiânia e formou-se em Relações Internacionais (1986) e em Direito (1987) pela UnB. Iniciou sua carreira como professor universitário em 1988. Ingressou na carreira de Procurador do DF em 1992, atuando pela antiga 3ª Subprocuradoria-Geral, atual PROPES. Um ano depois, passou a atuar pela área fiscal, e assim permaneceu durante sua jornada na PGDF.

 

Em 2006 foi nomeado Procurador-Geral do DF e permaneceu no cargo durante três anos. “Foram tempos difíceis de muito trabalho, com reuniões diárias ainda no antigo Buritinga, mas ao mesmo tempo muito gratificante e de muito aprendizado”, diz. Como reconhecimento ao árduo trabalho, foi homenageado com a Medalha Mérito da PGDF em 2014.

 

Ao término da gestão, Túlio passou a atuar como Chefe da Assessoria Internacional do GDF. Retornou à PGDF em 2011 e, seis anos depois, foi cedido para o Tribunal de Contas do DF, onde atua como Consultor Jurídico.

 

Além da jornada como Subprocurador-Geral do DF, Túlio também foi Conselheiro da OAB/DF, e Presidente da Comissão de Exame de Ordem da OAB-DF. Também foi eleito membro titular do Conselho Superior da Procuradoria-Geral do DF de 2001 a 2003. Integrou a Associação dos Procuradores do DF, como Ouvidor, de 2004 a 2006.

 

Na parte acadêmica, foi Diretor da Faculdade de Direito em Relações Internacionais do UniCeub e atua como professor de Direito Processual Civil no UniCeub e na UDF.

 

Questionado sobre os planos para a aposentadoria, publicada no DODF desta quinta-feira (1º), ele responde: “Pretendo voltar a dar aulas e atuar na advocacia privada”.