Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/02/15 às 11h33 - Atualizado em 29/10/18 às 10h40

PGDF e TJDFT em parceria pelo cumprimento de Metas do Poder Judiciário

 

Em ofício enviado à PGDF, o Corregedor de Justiça do Distrito Federal e Territórios, Desembargador Romeu Gonzaga Neiva, agradeceu a Procuradora-Geral do DF, Paola Aires, pela contribuição dos Procuradores do DF no cumprimento das Metas Prioritárias do Poder Judiciário em 2014, em especial as de número 2 e 4, que diziam respeito ao julgamento dos processos antigos e ao julgamento prioritário de ações de improbidade e combate à corrupção.

No mesmo documento, o Desembargador solicita a continuidade da parceria neste ano, no âmbito da atuação processual de competência da PGDF. Dessa forma, a Procuradora-Geral do DF solicita a todos os Procuradores do DF que confiram trâmite prioritário aos processos insertos nas Metas Prioritárias para 2015, que estarão identificados, pelo próprio TJDFT, por meio de etiquetas coloridas.
Acerca do trabalho desenvolvido na PGDF, interessam sobremaneira as Metas 2 e 4, enunciadas abaixo.

META 2 – Identificar e julgar, até 31/12/2015, pelo menos, na Justiça Estadual, 80% dos processos distribuídos até 31/12/2011, no 1º grau, e até 31/12/2012, no 2º grau, e 100% dos processos distribuídos até 31/12/2012, nos Juizados Especiais e nas Turmas Recursais Estaduais.
META 4 – Identificar e julgar, até 31/12/2015, pelo menos 70% das ações de improbidade administrativa e das ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública distribuídas até 31/12/2012.

 

Visita – No início de fevereiro, o juiz assistente da Corregedoria e Gestor das Metas do Primeiro Grau no TJDFT, Pedro de Araújo Yung-Tay Neto, em visita oficial à PGDF, agradeceu pessoalmente a contribuição da Casa para o desempenho do Tribunal frente às Metas Nacionais. No encontro, Paola Aires sinalizou positivamente à priorização dos processos inseridos nas Metas 2 e 4, reafirmando que a Procuradoria continuará envidando os esforços necessários para que a Justiça do Distrito Federal possa figurar, mais uma vez, de forma destacada no cenário nacional do Poder Judiciário.