Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/10/13 às 9h38 - Atualizado em 29/10/18 às 10h42

Procuradora-Geral é paraninfa de novos advogados na OAB/DF

 

A Procuradora-Geral do DF, Paola Aires Corrêa Lima, foi paraninfa da turma de novos advogados que prestaram compromisso nesta quarta-feira, 8/10, na Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Distrito Federal.  Na “Solenidade de Entrega de Carteiras”, presidida pelo Presidente da OAB-DF, Ibaneis Rocha, 75 novos advogados receberam a carteira da OAB. Também participaram da solenidade o ex-Procurador-Geral do DF e ex-Conselheiro da OAB, Rogério Marinho Leite Chaves, e o presidente da Associação dos Procuradores do DF, Hélder Barros.

Aos novos colegas de profissão, Paola Aires falou sobre a importância do exercício da carreira, da defesa das suas prerrogativas, e da responsabilidade social de ser advogado. Para ilustrar seu pensamento, Paola citou caso julgado pela Suprema Corte norte-americana que “marca a consolidação da presença do advogado como peça fundamental para um julgamento justo”. Trata-se do caso Gideon vs. Wainwright, em que um homem, após ser condenado sem advogado para defendê-lo, elaborou, de próprio punho, uma petição à Suprema Corte para que seu julgamento fosse revisto. A Corte decidiu que Gideon não havia tido um julgamento justo devido à falta de defesa por advogado e determinou que os Estados deveriam providenciar assistência legal para os acusados de crimes que não pudessem pagar pelo serviço. No novo julgamento, com a presença de um advogado de defesa, Gideon foi inocentado.

A partir do exemplo por ela narrado, Paola Aires fez um convite aos novos advogados para que eles “nunca se esqueçam de defender não só o direito do seu cliente, mas também o direito do advogado, que se traduz nas prerrogativas da profissão, porque, sem elas, jamais será possível um julgamento equilibrado, um julgamento justo”, afirmou a Procuradora-Geral do DF. “Em momento como esse, reforço minhas esperanças do grandioso futuro da nossa profissão, ao ver jovens advogados que representam a renovação dos ideais de liberdade e de democracia que inspiraram a democracia como atividade essencial à administração da Justiça em nosso país”, declarou Paola Aires.