Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/12/15 às 10h52 - Atualizado em 29/10/18 às 10h37

SAJ-Procuradorias completa 1 mês na PGDF

A implementação do Sistema de Automação da Justiça – Procuradorias (SAJ-Procuradorias) na Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) completa 1 mês nesta quarta-feira, 23 de dezembro. O Sistema, que também é utilizado em diversas Procuradorias Estaduais e Municipais, Tribunais de Justiça e Ministérios Públicos, possibilitou que 352 processos iniciassem de forma totalmente digital na Procuradoria Administrativa (PROCAD), unidade piloto do Projeto.

Para o Chefe da Unidade Executiva do Gabinete (UEG) da PGDF, Aroldo Velozo, a primeira grande melhoria que o SAJ trouxe neste primeiro mês de uso é a transparência do Sistema. “A partir do SAJ-Procuradorias sabemos exatamente o trabalho que vem sendo realizado por cada Servidor e Procurador, o que permite que a PGDF saiba onde aplicar seus recursos, sejam eles de material ou de pessoal”, aponta.

Já o Procurador-Chefe do Centro de Estudos (CETES), Alexandre Moraes, relembra que um mês é um prazo muito curto para que haja a total compreensão do Sistema, mas que já é possível ver as facilidades que o SAJ trouxe para a Casa: “Uma grande vantagem do SAJ é que ele pode ser acessado remotamente, de qualquer lugar do mundo, bastando apenas que o Procurador tenha um computador e acesso à Internet”, cita. Além disso, Alexandre explica que “o SAJ veio ajudar a padronizar a metodologia do trabalho na PGDF”.

Vale ressaltar que o SAJ-Procuradorias ainda está em processo de melhoria para reduzir o tempo de trabalho, os custos operacionais e oferecer um armazenamento seguro dos dados nele inseridos. Uma das etapas em curso é o desenvolvimento da integração automática com o TJDFT e com outros Tribunais, por meio do Modelo Nacional de Interoperabilidade (MNI), o que irá garantir o acesso a todas as informações judiciais em apenas uma tela, utilizando o Sistema SAJ-Procuradorias. Para o chefe da Unidade de Tecnologia da Informação (UTEC), Vitor Teixeira, esse processo irá garantir “agilidade, integridade, inviolabilidade, a segurança dos dados e informações e o respeito aos princípios constitucionais e legais relativos ao processo judicial”.

Para a Procuradora-Geral do DF, Paola Aires Corrêa Lima, a implantação do Sistema SAJ-Procuradorias “é um dos grandes projetos de melhoria das condições de trabalho na Casa”. Paola comemora que o primeiro mês de implantação do Sistema transcorreu sem graves ocorrências.