Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
2/12/22 às 10h47 - Atualizado em 2/12/22 às 10h47

PGDF e TJDFT se unem para realizar pagamento de precatórios em tempo recorde

 

O Procurador-Geral Adjunto do Contencioso (PGCONT/PGDF), Idenilson Lima da Silva, encontrou-se com o Juiz da Coordenadoria de Conciliação de Precatórios do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT/COORPRE), Rafael Rodrigues de Castro Silva, para dar continuidade aos esforços desempenhados pelas duas instituições para o pagamento de precatórios da 8ª Rodada do Acordo Direto.

 

Atuação

 

Para agilizar os pagamentos, a PGDF reforçou as equipes de cálculos do TJDFT com o envio de temporário de colaboradores. Idenilson destacou que “o envio serve para reforçar a equipe da COORPRE, responsável pelo atendimento aos credores”.

 

“É um esforço conjunto da Procuradoria e do TJDFT para pagarmos o máximo de precatórios ainda neste ano, sendo que a realização dos pagamentos vai aquecer a economia e incentivar mais pessoas a aderirem às novas rodadas, programadas para o próximo ano”, adicionou.

 

Economia

 

Até a última quarta-feira (30), 690 credores, em um total de 794, já tinham sido pautados e pagos. Ao todo, foram organizadas oito rodadas de Acordo Direto, desde 2018: “O Distrito Federal já economizou 257 milhões de reais; e, com a oitava rodada, cujos precatórios estão sendo pagos, esperamos economizar mais 22 milhões”, comemorou o Procurador-Geral Adjunto.

 

A realização do Acordo Direto é importante para a sustentabilidade fiscal do Distrito Federal, uma vez que permite o pagamento de débitos mediante deságio de 40%. A iniciativa também beneficia o credor, que recebe antecipadamente: “ele consegue receber seu pagamento com até 10 anos de antecedência; e o pagamento é importante porque, com ele, o cidadão pode deixar em dia as suas contas, consumir mais e colocar em execução alguns planos ou sonhos que tinha em mente – de modo a contribuir com o fortalecimento da economia distrital. No fim, todos saem ganhando”.